paroquias.org
 

Notícias






Fé leva milhares à serra
2002-07-08 18:20:46

"Estas manifestações revelam um precioso património religioso, que nos merece apreço e acolhimento. Mas, temos de reconhecer que está, também, sujeito a deformações.

Não podemos deixar que nele se introduzam elementos estranhos aos valores cristãos. Importa estar atento para que se evitem laivos de magia e superstição." Assim se referiu à peregrinação à Senhora do Minho, em plena serra de Arga, D. José Augusto Pedreira, bispo de Viana do Castelo. Ao recordar a história do santuário, o prelado lamentou a diminuição donúmero de praticantes da missa de domingo na diocese, mais evidente entre os jovens.
Cumprida, ontem, a manifestação de fé partiu de S. Pedro da Torre, Valença, e passou por Vila Nova de Cerveira, Caminha e Vila Praia de Âncora, até atingir o santuário, situado em local que confina com os municípios de Viana do Castelo, Ponte de Lima e Caminha.Concebida pelo escultor António Duarte, que "vestiu" Nossa Senhora com fato à minhota, a imagem da Virgem foi transportada pelos Bombeiros Voluntários de Valença até aos limites do santuário, ponto a partir do qual deu entrada no templo aos ombros dos peregrin
os.
Ao considerar a cerimónia "singular", Joseph Antoun, cidadão libanês, a residir em Paris, destacou: "Assemelha-se a uma festa de família. Apesar das pessoas não se conhecerem, juntam-se para rezar".
A tradição manda, também, que os peregrinos atinjam o santuário sem recurso a veículos motorizados. E foi isso que fizeram os escuteiros de Ponte de Lima: "Viemos na sexta-feira, a pé, e acampamos em S. Lourenço. Só os Lobitos (os mais novos) é que vieram de carro", revelou Sandra Rodrigues, caminheira do agrupamento.

Fonte JN

voltar

Enviar a um amigo

Imprimir notícia