Capela Sto Isidoro
Página Principal Paroquias.org
Inteligência Espiritual

  Terça-feira, 19 de Setembro de 2017    Orações Terço Via-Sacra Via Lucis

16.6 ...como a ti mesmo

Muitos dizem: Reconhecem-se os cristãos pelo modo como amam o próximo. É em relação ao próximo que Jesus mede o amor dos seus. Ele disse: "Ama o teu próximo", mas acrescenta: "Como a ti mesmo". Podemos igualmente dizer: Conhecemos os cristãos porque eles amam os irmãos como a si mesmos. Não se contentam em dar esmola ao pobre para se afastar em seguida, conscientes de terem feito uma "boa acção" e de terem assim "observado o mandamento". Não fazem diferença: o próximo tem, a seus olhos, tanto valor como eles próprios. Fala-se mais frequentemente do amor ao próximo do que do amor a si mesmo, se bem que o último seja, depois de Jesus, a condição e a medida do primeiro.

Amar-se a si mesmo é, antes de mais, reconhecer que somos dignos de ser amados. Eu, com todas as minhas qualidades e defeitos, com todos os meus sucessos e fracassos. Eu, homem ou mulher entre muitos outros. Porque é verdade que: os meus pais queriam um filho, Deus quis-me a mim. Com tudo o que faz a minha originalidade e a minha unicidade. E porque Deus me ama tal como eu sou, que eu posso viver com os outros sem sentir inveja e louvando a Deus.

Posso aceitar-me, descobrir os meus talentos e as minhas capacidades, tentar ultrapassar as minhas fraquezas. Posso alegrar-me quando outros me admiram, e também adoptar a atitude correcta perante as repreensões: desenvolver a consciência do meu próprio valor.

  • Um sábio de Israel exorta os seus contemporâneos: Quem se priva para acumular, junta para os outros. Serão outros que se regalarão com os seus bens. Quem é mau para si mesmo, com quem será bom? Nem sequer aproveita os seus próprios bens. Ninguém é pior do que aquele que se maltrata a si mesmo. Essa é a recompensa da sua própria maldade.
    ECLESIÁSTICO 14,4-6

Aquele que se encontrou a si próprio, pode abrir-se ao seu próximo, não necessita ter medo de que o outro se possa aproveitar dele. Quem se conhece e se estima a si mesmo, pode também conhecer e estimar os outros como seus próximos.

 


Senhor, Vós conheceis o íntimo do meu ser: sabeis quando me sento e quando me levanto. De longe penetrais o meu pensamento: Vós me vedes quando caminho e quando descanso, Vós observais todos os meus passos.

SALMO 139,1-3
 



<< Anterior
Escutar e agir
Seguinte >>
Fazer o que o próximo necessita


Esta semana
Clique na data para ler a Liturgia do respectivo dia.


Liturgia de hoje
Leitura I:

Salmo:

Evangelho:

Liturgia das Horas:

Terço do Rosário:


 

   


© 1999-2017 Paroquias.org