Capela Sto Isidoro
Página Principal Paroquias.org
Inteligência Espiritual

  Sexta-feira, 24 de Novembro de 2017    Orações Terço Via-Sacra Via Lucis

10.3 Hierarquia e ministérios

O Ressuscitado envia doze homens, seus apóstolos, a todas as nações da terra. Poderá ter êxito esta missão? Os apóstolos começam em Jerusalém. Anunciam, baptizam, celebram a Eucaristia em memória do seu Senhor. Mesmo quando são perseguidos e impedidos de falar, não se deixam intimidar. Desde Jerusalém, espalham-se por aldeias e vilas. Colocam à frente das comunidades homens experimentados impondo-lhes as mãos, e enviam missionários e pregadores itinerantes.

Conhecemos melhor São Paulo, a quem o Senhor ressuscitado institui apóstolo dos pagãos. São Paulo vai de cidade em cidade, de país em país e finalmente chega - como prisioneiro - a Roma. Em toda a parte, funda comunidades e nomeia como dirigentes homens de piedade provada. É a eles e às suas comunidades que São Paulo envia as suas epístolas. Estas cartas informam-nos sobre questões importantes para as comunidades nascentes e as dificuldades com as quais são confrontadas. Quando surge um problema que São Paulo não pode resolver por si próprio, dirige-se a Jerusalém. E aí que se reúnem os apóstolos. Confiando plenamente no Espírito Santo, deliberam sobre o que têm a fazer e decidem o que se há-de aplicar na Igreja de Jesus Cristo.

 


A todos aqueles a quem é confiado um ministério na Igreja, é-lhes aplicada a palavra do Senhor:
"Sabeis como aqueles que se dizem governadores das nações têm poder sobre elas, e os seus dirigentes exercem sobre elas a sua autoridade. Mas entre vós não deve ser assim: quem de vós quiser ser grande deve tornar-se o vosso servidor"

EVANGELHO SEGUNDO SÃO MARCOS 10,42-43
 

A Igreja cresce e o tempo passa. Os homens e mulheres que acompanharam Jesus a Jerusalém, vão desaparecendo. Para que nada se perca da tradição sagrada nem se falsifique a sua transmissão, começa a pôr-se por escrito o que a tradição diz acerca de Jesus. Acreditamos que o Espírito Santo presidiu a esta redacção e que os que escreveram os textos sagrados, são testemunhas autênticas e fiéis.

A Igreja vê nascer no seu seio uma hierarquia e ministérios bem definidos; o primeiro e supremo mestre da Igreja é o bispo de Roma: o Papa. Os bispos, sucessores dos apóstolos, velam nas Igrejas locais para que a fé se conserve intacta. Ordenam sacerdotes para que dirijam as comunidades paroquiais. Os sacerdotes presidem à oração e actuam como intercessores, anunciam o Evangelho às suas respectivas comunidades, administram os sacramentos e celebram a Eucaristia. Prestam assistência aos que lhes são confiados e acompanham-nos no seu caminho para Deus.

"No grau inferior da hierarquia estão os diáconos, aos quais foram impostas as mãos, 'não em vista do sacerdócio, mas do serviço'" (Lumen Gentium 29)... "Entre outros serviços, pertence aos diáconos assistir o bispo e os sacerdotes na celebração dos divinos mistérios, sobretudo da Eucaristia, distribuí-la, assistir ao Matrimónio e abençoá-lo, proclamar o Evangelho e pregar, presidir aos funerais e consagrar-se aos diversos serviços da caridade" (Catecismo da Igreja Católica 1569-1570).

 


Creio no Espírito Santo,
que vivifica a Igreja de Jesus Cristo
e cada um de nós
fazendo-nos suas testemunhas.

Creio no Espírito Santo,
que permite à Igreja de Jesus Cristo
e a cada um de nós
perdoar ao próximo,
escutá-lo e amá-lo.

Creio no Espírito Santo,
que acompanha a Igreja de Jesus Cristo
e cada um de nós
e nos conduz até à meta.
 



<< Anterior
A Igreja: una, santa, católica e apostólica
Seguinte >>
A vida consagrada a Deus


Esta semana
Clique na data para ler a Liturgia do respectivo dia.


Liturgia de hoje
Leitura I:

Salmo:

Evangelho:

Liturgia das Horas:

Terço do Rosário:


 

   


© 1999-2017 Paroquias.org